terça-feira, abril 21, 2009

ABAIXO ASSINADO POR ALFAMA

Fernando!
Volto a abrir o teu blog por causa justa. Sei que o farias também! Querias uma Alfama LINDA! Vamos à luta.
Eterna saudade do teu amigo poeta.
Rogério Martins Simões
A APPA - Associação do Património e da População de Alfama decidiu avançar com um abaixo assinado junto da população de Alfama, e de todos quanto os se preocupam e gostam deste Bairro com vista a pressionar a Câmara de Municipal de Lisboa a avançar com as devidas diligências para resolver as situações de abandono com obras paradas que privam a população de Alfama das condições minimas de habitabilitade e tornam este bairro histórico da capital portuguesa um estaleiro de obra que põe em risco população e visitantes e deixa junto destes últimos uma péssima imagem do nosso pais.
Os interessados poderão assinar o abaixo assinado em diversos locais da freguesia assim como online em : http://www.petitiononline.com/alfama APPA - Associação do Património e da População de Alfamahttp://www.app-alfama.orggeral@app-alfama.org
-Enviamos em anexo um texto com mais informação sobre esta tomada de posição.O abaixo-assinado distribuido junto da população é o seguinte:A População de Alfama recusa-se a aceitar o abandono a que foi deixado o seu Bairro e Património.Queremos que Câmara de Municipal de Lisboa e o seu Presidente procedam às devidas diligências para resolver as situações de abandono com obras paradas, que tome as medidas necessárias para que se retomem as obras em prédios cobertos de andaimes e estruturas metálicas inúteis, que se garantam as condições mínimas de habitabilidade e que se estabeleça uma política concreta de prioridades de intervenção com o fim de salvaguardar o espólio ainda existente e de dar à população condições de vida dignas.Nós abaixo assinamos para que a Câmara Municipal de Lisboa assuma responsabilidades sobre o património de Alfama e que rectifique as situações em que edifícios foram transformados em estaleiros de obra. Que restitua às diversas freguesias as habitações, os pátios, as ruas seguras e acima de tudo que devolva ao bairro, a sua dignidade.
Alfama é um dos bairros emblemáticos da cidade de Lisboa, não só por toda a sua história mas por ser um dos melhores exemplos de vivência e reutilização de espaço por parte de diversas comunidades ao longo do tempo. Apesar de ser uma referência histórica, Alfama é acima de tudo um bairro vivo e tem de ser tratado com toda a dignidade. Na realidade, a esmagadora maioria dos imóveis existentes nas diversas freguesias não têm sido alvo de atenção dos seus proprietários, sejam estes pertencentes a privados, a instituições ou à Câmara Municipal de Lisboa. Os projectos de salvaguarda e recuperação de património são praticamente nulos e as únicas obras visíveis estão paradas há anos deixando os imóveis do bairro ao abandono, com edifícios cobertos de andaimes e estruturas metálicas inúteis que envergonham os moradores pelo aspecto que ostentam, que degradam as zonas envolventes e pior, são um perigo real e latente para qualquer pessoa, seja habitante, turista ou simples transeunte. Esta situação não é recente, arrasta-se há anos, sem nunca se ter tornado uma preocupação da Câmara Municipal de Lisboa e mantendo-se numa penosa e triste realidade para os moradores que diariamente assistem ao abandono e à degradação das suas casas. A política de realojamento dos moradores tem sido realizada com o mesmo tipo de atitude onde predomina o desprezo pelas pessoas e suas necessidades. Os habitantes são afastados e realojados em casas a dezenas de quilómetros do bairro, longe das suas referências sociais, familiares ou profissionais, sem qualquer meio de transporte ou elo de ligação ao local de onde partiram.
É urgente que a Câmara Municipal de Lisboa assuma as responsabilidades desta situação, que as resolva, que retome as obras paradas e abandonadas com o reaproveitamento do trabalho que já foi feito.
Que proceda às devidas diligências para resolver situações de abandono de obra por falta de capacidade financeira ou por problemas legais.
Que torne seguro os locais contíguos a obras recorrendo a todos os meios legais.
É necessário intervir urgentemente nos edifícios degradados e impróprios para constituírem habitação. A avaliação do estado real de conservação dos imóveis é absolutamente imprescindível para que se estabeleça uma política concreta de prioridades de intervenção com o fim de salvaguardar o espólio ainda existente.

A População de Alfama recusa-se a ver o seu Património transformado em estaleiro de obras e exige ao Senhor presidente da Câmara Municipal de Lisboa que restitua às diversas freguesias as habitações, os pátios, as ruas seguras e acima de tudo que devolva ao bairro, a sua dignidade.
APPA - Associação do Património e da População de Alfamahttp://www.app-alfama.orggeral@app-alfama.org
Vanessa Rodrigues e Eduardo Balsa

Etiquetas: , , ,